fbpx

94 anos de reinado, coroas e muito brilho

Nossa Rainha faz aniversário e estamos em festa. Nesse dia 21 de abril, Elizabeth II completa 94 anos. Por conta do Covid-19, as celebrações oficiais estão canceladas no Palácio de Buckingham, mas por aqui a gente aproveita a oportunidade para desejar felicidades à monarca que mais inspira o mundo da joalheria e revisitar algumas de suas tiaras mais incríveis.

Uma das muitas características do reinado de Elizabeth II é a vasta coleção de tiaras extravagantes que ela usou nos seus quase 67 anos no trono. Muitas dessas peças maravilhosas pertencem na verdade, à Coroa Real Britânica, como a tradicional coroa que marca o seu reinado oficial. No entanto, seu acervo é bem variado e marcado por peças históricas e muito inspiradoras. A maioria delas existe há mais de um século, como muitos adornos de cabeça que pertenceram à avó da rainha, Queen Mary.

Entre as mais usadas por Elizabeth estão duas das tiaras que ela herdou da sua avó. Uma delas é a Tiara das meninas da Grã-Bretanha e da Irlanda, que Elizabeth já usou em vários eventos reais, e a tiara da rainha Mary, que a rainha usou em seu casamento com o príncipe Philip em 1947.

Em seu casamento, Elizabeth usou a linda Tiara de Franjas de diamante, criada especialmente para a cerimônia matrimonial real com o príncipe Philip, em 1947. A joia foi criada pela Casa de Garrard e apresenta 47 delicadas barras de diamantes. Segundo conta a joalheria, a tiara se rompeu no dia do casamento da rainha Elizabeth quando ela se preparava para a cerimônia. Uma escolta policial transportou a tiara para a oficina do joalheiro, onde foi consertada a tempo do casamento. Sabiam dessa, meninas? Imagine que situação!!!! Rsrsrs…

Outra tiara maravilhosa e muito querida da rainha é que faz parte de uma parure de águas-marinhas, gemas que foram presentes do governo brasileiro para a sua coroação, em 1953.

Posteriormente foi também oferecida à rainha uma pulseira para complementar o conjunto, que a soberana decidiu completar encomendando ela própria, a fantástica tiara.

A Tiara Birmanesa, confeccionada em 1973, é outro xodó da aniversariante que a gente ama de paixão! A joia destaca a beleza de rubis realmente poderosos, que foram dados a ela como presente de casamento pelo povo de Mianmar (anteriormente conhecido como Birmânia).

As gemas da tiara são extremamente raros e segundo a Casa de Garrard, os 96 rubis da tiara têm um significado simbólico, como na cultura birmanesa, diz-se que as pedras protegem contra o mal e as doenças. Atualíssima, não? E linda!

Beijo, beijo!

Miguel Alcade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *