4 gemas tão ou mais especiais que os diamantes

Se eu perguntar para vocês qual é a gema mais preciosa que existe, é muito provável que a grande maioria responda diamante. É natural, seja pela beleza da pedra ou por tudo o que ela representa, achar que o melhor amigo das mulheres também é da gema mais rara do mundo.

Embora seja realmente valioso, existem outras pedras tão importantes quanto os diamantes. E algumas delas, dependendo do peso, da cor, do brilho e da lapidação, podem até terem um valor ainda mais alto. Vem comigo que vou apresentar aqui quais são essas preciosidades vale a pena serem conhecidas!

Pérola Natural

As pérolas naturais são extremamente raras e cada vez mais escassas. Devido à excesso da pesca, poluição e acidificação oceânica, as pérolas que ocorrem naturalmente aparecem com mais frequência em jóias antigas do que nos oceanos do nosso planeta, atualmente. As pérolas naturais raramente são redondas e muitas vezes descoradas. Assim, enquanto o padrão para correspondência de jóias de pérolas redondas é muito alto em pérolas cultivadas, fios de pérolas naturais terão mais imperfeições.

Tanzanita

Intensas tonalidades azul-violeta da tanzanita podem rivalizar com safiras finas por uma fração do preço – e é uma pedra muito mais rara! Essa gema é encontrada apenas em uma pequena área da Tanzânia. Após sua descoberta em 1967, rapidamente ganhou popularidade, devido em parte aos esforços de marketing da Tiffany & Co. Esta pedra aparece em tons de azul, violeta ou variando de amarelo-esverdeado a marrom, dependendo do ângulo de visão. É na lapidação que os cortadores de gemas trabalham para ressaltar a matiz azul ou violeta. Embora quase toda a tanzanita seja submetida a tratamento térmico para produzir seus atrativos tons azuis, esse processo produz uma cor estável que torna essa pedra tão desejável.

Rubi da Birmânia

Todos os rubis são raros, mas os de Myanmar (antiga Birmânia) definem o padrão de qualidade e cor. Eles também são excepcionalmente escassos. Embora os rubis da Tailândia contenham teor de ferro relativamente alto, o que pode resultar em vermelhos excessivamente escuros com tons acastanhados ou purpúreos, as condições geológicas em Myanmar geralmente produzem rubis com muito poucos traços desse minério. Como resultado, essas gemas alcançam vermelhos mais vivos com fluorescência muito mais forte do que suas contrapartes tailandesas. Ainda assim, um rubi tailandês de alta qualidade rivalizará com o melhor de Myanmar. Com cores finas apelidadas de “sangue de pombo”, essas gemas vermelhas são sempre procuradas.

Turmalina Paraíba

Os matizes azul-esverdeados da turmalina paraíba surpreenderam o mundo da gema nos anos 80. Sua descoberta no estado brasileiro da Paraíba estimulou uma onda de garimpeiros e mineiros na área. O preço por quilate da gema aumentou rapidamente e continua a crescer. No entanto, o Brasil não é a única fonte dessas pedras de néon. Condições geológicas semelhantes produziram estas gemas contendo cobre em Moçambique e na Nigéria. Ainda assim, esta variedade de permanece entre as gemas mais raras.

Beijo, beijo!

Miguel Alcade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *